Longe das aldeias no clube de leitores TAG Livros

Logo TAG experiências literárias

Sim, senhoras e senhores, o romance Longe das aldeias fará parte do kit do clube de leitores TAG Livros. Quem fizer a assinatura das modalidades Curadoria e Inéditos, receberá de brinde a mais nova edição do premiado romance de Robertson Frizero.

Acesse o site da TAG Livros para fazer parte do clube e ganhe Longe das Aldeias em sua novíssima edição.

Drops de Longe das Aldeias

O livro conta a história de Emanuel que busca reconstruir a memória de seu pai, cujos cacos do passado vão se montando a partir do que sua mãe – Marija – e sua tia – Mirna – lhe contam precariamente. Esses três personagens vêm morar no Brasil depois de fugirem da guerra civil no país de origem.

Quer conhecer um pouquinho da obra? Acesse um trecho gratuito.

Feira do Livro de Porto Alegre

Para quem está em Porto Alegre, a dica da semana é visitar a 67ª Feira do Livro de Porto Alegre, que ocorre até o dia 15 de novembro. Quando estiver por lá, não deixe de visitar a banca da Editora Dublinense.

Essa é uma ótima opção para conhecer Longe das aldeias, de Robertson Frizero, por um preço especial. De quebra é uma ótima chance de conhecer o catálogo de autores e obras da editora.

Card divulgação Longe das Aldeias - Feira do Livro de Porto Alegre 2021
Imagem: Divulgação

Longe das aldeias – Sinopse

Um jovem de dezessete anos, diante da doença da mãe, decide desfazer um passado de mentira e de ilusão a respeito da identidade do pai. As memórias, trazidas pela tia, percorrem os horrores da guerra, a fuga da aldeia e do país, a reconstrução da família em solo brasileiro. Frizero concentra a carga dramática da história no que ela tem de mais importante, que é a complexidade do ser humano, capaz de matar para criar, de mentir para salvar e de perdoar para seguir em frente.

Primeira página da segunda edição de Longe das Aldeias
Imagem de divulgação

Longe das aldeias – Prêmios

  • Vencedor do Prêmio AGES (Associação Gaúcha de Escritores)
  • Finalista do Prêmio São Paulo de Literatura
  • Finalista do Prêmio Açorianos

Longe das aldeias – Como surgiu a publicação

O original de Longe das aldeias começou a ser escrito em 1995 a partir de uma notícia de jornal sobre o julgamento de militares sérvios por crimes de guerra na Bósnia. Este foi o mais longo conflito armado na Europa depois da II Guerra, que se estendeu entre 1992 e 1995, envolvendo três grupos étnicos e religiosos da região da antiga Iuguslávia: os sérvios cristãos ortodoxos, os croatas católicos romanos e os bósnios muçulmanos.

Voltando à obra. O livro foi publicado pela primeira vez em 2015 pela Dublinense, quando uma amiga de Robertson Frizero o indicou para a editora que pediu o original para avaliação.

Logo no início do lançamento de Longe das aldeias o livro recebeu críticas positivas no Rio Grande do Sul e na Bahia, além de ter sido noticiado em jornais de grande circulação de São Paulo e Rio de Janeiro. Em todos esses locais houve lançamentos presenciais e sessões de autógrafos.

Imagem com resenha de Luiz Gonzaga Lopes
Imagem de divulgação

Longe das aldeias – Prêmio e tradução

Em 2016, Longe das aldeias figurou como um dos finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura e do Prêmio Açorianos de Literatura. A láurea de melhor romance veio com o Prêmio da Associação Gaúcha de Escritores.

Em 2018, o livro foi escolhido pelo governo federal para o Programa Nacional do Livro Didático – PNLD e distribuído para escolas de todo o país. Em 2020, em uma rodada de negociações na Feira do Livro de Sarjah, nos Emirados Árabes Unidos. A obra foi o único título negociado com vistas à tradução para o mundo árabe.

Desde que foi lançado pela Editora Takween, do Kuwait, para o Oriente Médio em especial, mas não somente, Longe das aldeias tem recebido boas críticas da imprensa e do público. Toda esta repercussão foi o que motivou a editora iraniana Khazed a comprar os direitos do livro e lançará uma versão em persa/farsi.

Robertson Frizero
Imagem divulgação

Clube de criação literária

Clube de Criação Literária é uma dessas ações de mecenato coletivo – neste caso, em favor do escritor e tradutor Robertson Frizero. Mas, como o próprio nome sugere, é uma ação de mecenato que traz, também, uma ideia inovadora no campo da formação continuada em Escrita Criativa.

Associando-se ao Clube, o participante colabora com o mecenato coletivo e tem acesso a conteúdo exclusivo sobre Criação Literária:

  • Material didáticoartigos resenhas de livros de interesse na área de Criação Literária;
  • Reuniões on-line e debates sobre Criação LiteráriaLiteratura Mercado Editorial;
  • Vídeos, áudios, apresentações e sessões de mentoria literária em grupo;
  • Sorteios mensais de livros e serviços de mentoria literária individual e leitura crítica.

Desafio de literatura 2021: envie suas resenhas e ganhe prêmios

Conhece o Desafio de literatura 2021 do site Frizero? Você pode publicar sua resenha literária em nossa página e de quebra ganhar o livro  Dostoiévski – Correspondências (1838-1880), do escritor russo que completa duzentos anos de nascimento em 2021. A edição foi traduzida por Robertson Frizero.

Como devo escrever e enviar minha resenha

No mês de setembro, o desafio é ler um Um livro de autor brasileiro lançado de forma independente.

Para participar basta enviar seu texto para sitefrizero@gmail.com com o assunto [DESAFIO DE LITERATURA – NOME DO PARTICIPANTE].

Lembre-se deixar no formato .doc com a seguinte formatação: Times New Roman, 12, espaçamento 1.5, título e autor no nome do arquivo.

Caso sua resenha seja escolhida para publicação, você receberá um e-mail solicitando dados para o recebimento da premiação.


Robertson Frizero

Retrato de Robertson Frizero
Robertson Frizero

Robertson Frizero é escritor, tradutor e professor de Criação Literária. Sua primeira oficina foi lançada em 2011, e desde então se manteve em atividade contínua, entre oficinas, cursos, palestras e mentorias literárias. Foi jurado do Prêmio Jabuti de Literatura por três anos consecutivos e jurado do Prêmio Açorianos de Literatura. É Mestre em Letras pela PUCRS e especialista em Ensino e Aprendizagem de Línguas Estrangeiras pela UFRGS.

Frizero é autor de romances e livros infantis premiados, e já publicou também poesia, contos e textos teatrais. Seu livro de estreia, o infantil Por que o Elvis Não Latiu? [8INVERSO, 2010], foi agraciado com o Prêmio Crescer. Seu romance de estreia, Longe das Aldeias [Dublinense, 2015], ganhou o Prêmio AGES de melhor romance do ano pela Associação Gaúcha de Escritores – AGES e foi finalista dos prêmios São Paulo de Literatura e Açorianos de LiteraturaLonge das Aldeias foi também escolhido pelo Governo Federal para distribuição à Rede Pública de Ensino no PNDL Literário 2018. Em 2020, Longe das Aldeias foi traduzido para o árabe e publicado no Kuwait e Iraque, com distribuição para todo o mundo árabe.


Leia também

Como ler literatura – A importância dos “Começos” | Parte 2

“É a ação dramática, que impulsiona o texto adiante”. A dramaturgia de Robertson Frizero

Mal e cura: Poesias, novo livro de Robertson Frizero

Longe das Aldeias será publicado em Persa

Longe das aldeias – Resenha de Aêgla Benevides do @inlibriveritas

Longe das aldeias de Robertson Frizero – Lançamento 2ª edição

Oficina literária – Escrevendo histórias de amor com Robertson Frizero – EAD – Inscrições abertas!

Resenha – Desgarrados de Eda Nagayama

Tempo do escritor: como conciliar a escrita com o trabalho

Narrador e narração na literatura de ficção

One Reply to “Longe das aldeias no clube de leitores TAG Livros”

  1. […] de dezembro de 2021, Longe das Aldeias será o livro brinde para assinantes do clube de leitores TAG Experiências literárias. A indicação para o Prêmio Jabuti traz novo fôlego à […]

Deixe um comentário