Preparem-se para mais uma temporada de festas! – Resenha de “O Duque e eu”, de Julia Quinn

Imagem dos protagonistas de Duque e eu

    

Hoje, apresentamos a resenha de O Duque e eu , de Julia Quinn, que inspirou a série da Netflix. O texto é de Tais Oya.

O Desafio literário do site Frizero segue a todo vapor. Quer participar? Envie sua resenha para o e-mail  sitefrizero@gmail.com e se ela for selecionada, além de publicada neste espaço, você ganha um presente exclusivo. Participe!


Preparem-se para mais uma temporada de festas!

Tais Oya

Vestidos longos, deslumbrantes e mocinhas recatadas, — bom ao menos é o que tentam ser; rapazes com seus trajes impecáveis, verdadeiros cavalheiros, — isso é o que dizem; e uma sociedade quase perfeita, quase. Tudo noticiado por uma colunista fofoqueira, ou uma fofoqueira colunista, lady Wistledown, não entendam mal, ela sempre tem razão e tenho um grande apreço por ela. Mas antes de dizer sobre minhas afinidades, venho até aqui deixar minhas suaves impressões sobre a história mais badalada do momento.

Já que os holofotes permanecem acesos para essa história, vamos ao que interessa. Eu costumava achar os romances de época chatos, me davam sono logo na primeira página, a maioria dos que eu li, eram carregados de clichês e impregnados de seriedade, mas O Duque e eu, de Julia Quinn, é um livro de época que não parece um livro de época. O que eu encontrei foi um senso de humor afiado e inteligente, além de uma narrativa sensível e fluida.

Persongens da série Duque e eu
Imagem: Divulgação Netflix

O tema principal do livro é a história de Simon. Um jovem duque, lindo e solteiro, o partido perfeito, porém, ele tinha o propósito de não se casar. E Daphne Bridgerton, uma jovem linda, espirituosa e inteligente. Ela procurava não só um marido, queria um amor. Simon estava cansado de ser perseguido pelas mães que tentavam a todo custo abocanhar o bom partido para filhas. Daphne, por sua vez, tentava ser vista e apreciada por um bom partido para casar. Depois de varias trombadas e arranhões criaram um plano para resolver seus problemas, ou causar ainda mais, isso depende do ponto de vista. Para eu como leitora, quanto mais intriga melhor, e, com certeza, para lady Wistledown um prato cheio de notícias para a coluna mais badalada da época.

Eu não quero ocupar o seu tempo com uma resenha quilométrica, então encerro por aqui. Mas se acaso ficou um pouco curioso, deixo meu singelo e delicado conselho: — Para de roer as unhas, pega sua carruagem e vá até a biblioteca mais próxima!

Os Bridgertons é uma das novas séries da Netflix, se ainda não assistiu leia, ou se já assistiu e amou, leia também. Ou faça como eu releia para não perder nenhum detalhe. Apaixone-se também. Prontos para o baile?



Tais Oya

Tais Oya retrato
Tais Oya – Acervo Pessoal

Escritora paranaense, da cidade de Cambé. Formada em Letras, estreou na Literatura com a publicação da coletânea Quarentenas, da editora porto-alegrense Palavra Bordada. Publicou na revista literária D- Art Londrina. Participa frequentemente de um projeto sobre microliteratura no instagram: www.instagram.com/literaturaminima


E-mail: taisoya@outlook.com
Instagram: www.instagram.com/tais.oya


Desafio de literatura 2021: envie suas resenhas e ganhe prêmios

Conhece o Desafio de literatura 2021 do site Frizero? Você pode publicar sua resenha literária em nossa página e de quebra ganhar o livro  Dostoiévski – Correspondências (1838-1880), do escritor russo que completa duzentos anos de nascimento em 2021. A edição foi traduzida por Robertson Frizero.

Como devo escrever e enviar minha resenha

No mês de março o desafio é ler Um clássico da literatura escrito por uma mulher.

Para participar basta enviar seu texto para sitefrizero@gmail.com com o assunto [DESAFIO DE LITERATURA – NOME DO PARTICIPANTE].

Lembre-se deixar no formato .doc com a seguinte formatação: Times New Roman, 12, espaçamento 1.5, título e autor no nome do arquivo.

Caso sua resenha seja escolhida para publicação, você receberá um e-mail solicitando dados para o recebimento da premiação.


Leia também

Disciplina na escrita criativa é a liberdade do escritor

Ritmo na poesia e a divisão das sílabas métricas: o decassílabo

Aproveite algumas dicas de como se tornar um escritor profissional

Conheça quatro lições para ser um bom escritor

Personagens como os alicerces da história – Parte II

Romancista brasileiro Robertson Frizero: “Decidi deixar a literatura depois de ler Marcel Proust”

Personagens como os alicerces da história – Parte I

Literatura de entretenimento no Brasil: conheça suas características

Desafio de leitura 2021: leia mais e comece a escrever

Natal na literatura: dez dicas de obras que retratam o espírito natalino

Da leitura de superfície à estrutura do texto na escrita criativa

Como escrever um bom começo de texto literário

Concursos literários recebem inscrições em 2020

O fator humano na Escrita Criativa e na literatura de ficção

O conto e a literatura de narrativa curta

Mentoria literária para escritores, saiba o que é

9 Replies to “Preparem-se para mais uma temporada de festas! – Resenha de “O Duque e eu”, de Julia Quinn”

  1. Jeane Imthon de Mello says: Responder

    Tays, eu que não sou dada a romances de época também, estou me coçando para começar a ler esse, depois dessa resenha sensacional.

  2. Aparecida Santos da Silva Nunes says: Responder

    Parabéns, professor Frizero pelo lindo projeto!
    Parabéns querida Taís, pela linda resenha desejo a vocês dois muito suscesso.
    Beijos

  3. […] Preparem-se para mais uma temporada de festas! – Resenha de “O Duque e eu”, de Julia Quinn […]

  4. […] como um “um denso e fluente poema em prosa”, o livro volta à baila com a resenha de Tais Oya. No dia 10 de dezembro foi celebrado os 100 anos do nascimento de Clarice […]

  5. […] Preparem-se para mais uma temporada de festas! – Resenha de “O Duque e eu”, de Julia Quinn […]

  6. […] Preparem-se para mais uma temporada de festas! – Resenha de “O Duque e eu”, de Julia Quinn […]

  7. […] Preparem-se para mais uma temporada de festas! – Resenha de “O Duque e eu”, de Julia Quinn […]

  8. […] Preparem-se para mais uma temporada de festas! – Resenha de “O Duque e eu”, de Julia Quinn […]

  9. […] Preparem-se para mais uma temporada de festas! – Resenha de “O Duque e eu”, de Julia Quinn […]

Deixe um comentário