Obra

Obra

Ficção Adulto

Longe das Aldeias

Obra

FRIZERO, Robertson

Porto Alegre: Terceiro Selo, 2015.

Um jovem de dezessete anos, diante da doença da mãe, decide desfazer um passado de mentira e de ilusão a respeito da identidade do pai. As memórias percorrem os horrores da guerra, a fuga da aldeia e do país, a reconstrução da família em solo brasileiro. Frizero concentra a carga dramática da história no que ela tem de mais importante, que é a complexidade do ser humano, capaz de matar para criar, de mentir para salvar e de perdoar para seguir em frente. O livro foi finalista do Prêmio Açorianos de Literatura 2015, do Prêmio São Paulo de Literatura 2016 e vencedor do Prêmio AGES - Livro do Ano - Narrativa Longa.

Contos avulsos

Obra

FRIZERO, Robertson

Porto Alegre: Breviário, 2015.

Contos publicados em formato eBook na plataforma Amazon. São cinco contos disponíveis: "O Caminho Suave", "Nha Cretcheu", Conjecturas", "Fado" e "Nesta Data Querida".

Assis Brasil Festschrift

Obra

SILVA, Gabriela. (org.)

Porto Alegre: Bestiário, 2015.

O livro "Festschrift para Assis Brasil", organizado por Gabriela Silva, Roberto Schmitt-Prym e Rubem Penz, foi publicado em Porto Alegre, em 2015, por ex-alunos de Luiz Antonio de Assis Brasil pelos seus setenta anos de idade, quarenta anos de dedicação à literatura e trinta anos da estreia de sua Oficina de Criação Literária do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUCRS. Robertson Frizero participa com o conto intitulado "Cruz na porta da tabacaria".

Autobiografia de um Ex-Negro

Obra

JOHNSON, James Weldon; FRIZERO, Robertson (tradutor)

Porto Alegre: 8INVERSO, 2010.

Romance de autoria do escritor norte-americano James Weldon Johnson, é uma das obras mais importantes da literatura afro-americana. Em uma empolgante narrativa em primeira pessoa, acompanha a vida de um prodigioso jovem birracial cuja pele clara permitia seu livre trânsito por todos os ambientes e situações de uma América recém-saída da escravidão no início do século XX. Forçado a escolher entre abraçar a sua herança cultural negra ou viver obscuramente como um pacato homem branco de classe média, o protagonista é levado à sua decisão por conta de terríveis acontecimentos que presencia durante a sua trajetória como músico de talento entre esses dois mundos tenuamente divididos pelas complexas questões raciais de seu tempo. Traduzido do inglês. Recebeu uma indicação ao Prêmio Açorianos de Literatura para Melhor Capa (assinada por Gustavo Demarchi, da G2D Visual Design).

Pedra, papel e tesoura

Obra

Assis Brasil, Luiz Antônio de (organizador)

Porto Alegre: Bestiário, 2008.

Organizado pelo escritor Luiz Antonio de Assis Brasil, a obra reúne contos de quinze jovens escritores que usaram os três elementos do famoso jogo infantil - Pedra, Papel e Tesoura - como inspiração ou elemento ficcional de suas obras. Dividido em três seções, o livro pode ser lido do começo ao fim ou pinçando-se cada uma dessas distintas vozes literárias. Frizero participa com três contos: "Alguém como você", "Obrigado por tudo" e "Arabesco".

POA tuitada

Obra

FRIZERO, Robertson; et alli.

Porto Alegre: Edição independente, 2014.

POA TUITADA é uma pequena coletânea de contos escritos para a plataforma Twitter, tendo como tema e inspiração a capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Os cinquenta e três textos reunidos foram escolhidos a partir de um concurso realizado naquela rede social e publicados em ebook e livro físico pela #POAdigital com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

O conto de Frizero foi este: "Nasceu, e o trem ainda passava sob o viaduto da Borges, a Rua da Praia era à beira-rio. Faleceu no último suspiro do Majestic."

Preencha o formulário com o seu e-mail para receber informativos e novidades do autor.

BRAVA DIGITAL