Imprensa

Vídeos

“Longe das Aldeias” apontado como um dos melhores romances de 2015

Entrevista

18 de março de 2016

longe 3D2

Dois críticos literários do jornal “Correio do Povo”, de Porto Alegre, apontaram o romance “Longe das Aldeias” [Porto Alegre: Terceiro Selo, 2015] como um dos cinco melhores livros do ano: “O livro de Robertson Frizero  impressiona pela capacidade de ser sucinto (96 páginas), mas dentro dele reconstruir uma história densa, memorialística de um jovem de 17 anos que busca pelas pistas do pai ignorado com a tia, diante da mãe com Alzheimer ou um bloqueio traumático dos horrores da guerra nos Balcãs.”

Leia aqui a matéria.

Entrevista

Dois em um da Dublinense

Entrevista

26 de junho de 2015

CIwRRwKWwAQQXxt

Em uma breve turnê, os escritores Robertson Frizero e Henrique Schneider lançarão seus livros em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os romances Longe das aldeias (Dublinense, 96 pp; R$ 32,90) e Respeitável público (Dublinense, 128 pp; R$ 34,90), respectivamente, são breves narrativas de grande impacto.

(mais…)

Entrevista

“Correio do Povo” publica crítica elogiosa ao romance “Longe das Aldeias”

Entrevista

30 de abril de 2015

Luiz Gonzaga Lopes

O jornalista Luiz Gonzaga Lopes, crítico literário do jornal “Correio do Povo”, escreveu sobre o romance de estreia de Robertson Frizero, Longe das Aldeias:

“Romances ou novelas são desventuras. São histórias contadas por marinheiros viajantes ou camponeses sedentários. São desventuras com pronomes pessoais, por vezes oblíquos, em tempos verbais passados a limpo, que requerem mergulho, imersão total nas profundezas da alma humana. O rasante de Frizero chega lá. É voo certeiro. Peixe na boca do pássaro. (…) Há muito da vida, da reconstrução de memórias, da busca por respostas (no romance). Frizero segue indagando. E nos premiando com um livro digno de tantos escritores profundos e investigadores da alma humana, como os russos (Tchekhov e Dostoievsky), os franceses (Flaubert e Balzac) ou os argentinos (Cortázar e Borges), só para citar alguns. Celebre-se o livro. Celebre-se o autor.  “

Leia o texto completo aqui.

Entrevista

Livrarias criam clubes de leitores para debater títulos específicos em encontros mensais

Entrevista

17 de junho de 2013

Larissa Roso

 

A jornalista Larissa Roso, do jornal “Zero Hora”, de Porto Alegre, escreveu um artigo sobre os Clubes de Leitura em funcionamento na capital, com destaque para o Clube de Leitores da Sapere Aude! Livros, coordenado pelo escritor Robertson Frizero:

“Atividade quase sempre individual, a leitura pode motivar encontros e multiplicar as ideias inspiradas por cada título. Cada vez mais comuns, os clubes de leitores reúnem interessados em discutir obras e autores com os quais já tenham alguma intimidade e também em desvendar novidades.”

Leia a matéria na íntegra aqui.

 

Entrevista

Évelin fala sobre “Por que o Elvis não latiu?”

Entrevista

15 de janeiro de 2012

Márcio Grings

Márcio Grings, radialista da Itapema FM e jornalista cultural do jornal “A Razão”, de Santa Maria, Rio Grande do Sul, encontrou a melhor forma que há de analisar o livro “Por que o Elvis não latiu?”, estreia de Robertson Frizero na literatura infantil: deu o livro de presente à sua sobrinha e afilhada Évelin e registrou em seu blog a reação da menina. Confira aqui o que Évelin achou do livro.

 

Entrevista

O negro e a literatura em pauta

Entrevista

19 de novembro de 2011

safe_image.php

A gaúcha 8INVERSO promove um debate neste sábado (20), às 15h, na Livraria Cultura do Bourbon Shopping Country (Av. Túlio de Rose, 80 – Porto Alegre/RS) para discutir a presença e a representação do negro na literatura mundial.

(mais…)

Entrevista

Vida negra em sociedade branca

Entrevista

18 de outubro de 2011

Frizero fala sobre o livro na Feira do Livro de Porto Alegre

Matéria no jornal Correio do Povo, de Porto Alegre, sobre a palestra AUTOBIOGRAFIA COMO AUTOAFIRMAÇÃO RACIAL, proferida por Robertson Frizero na Feira do Livro de Porto Alegre 2011.

Entrevista

Crescer anuncia os 30 melhores livros infantis

Entrevista

1 de junho de 2011

20110601120115557-1766813609A Revista Crescer perguntou a educadores, psicólogos, críticos, pesquisadores, livreiros, bibliotecários e a outros profissionais quais foram os 30 melhores livros editados no Brasil em 2010. Somou aqui e ali e chegou à lista anunciada na noite desta terça-feira, dia 31, em São Paulo. Dos 30, 14 são de autores estrangeiros. Destaque para os brasileiros Eva Furnari e Ilan Brenman, que emplacaram mais de um livro, e para Monica Stahel, a tradutora com mais obras na lista.

Editoras como a Brinque-Book, Abacatte, Projeto, Moderna, Salamandra, Companhia das Letrinhas, Global, Rocco, Peirópolis e Manati também merecem destaque porque foram elas que publicaram os livros dos escritores e ilustradores brasileiros indicados pelos jurados.

A revista pediu que os leitores do site também escolhessem o melhor livro e quem ganhou o voto popular foi Por que Elvis não latiu?, escrito por Robertson Frizero, ilustrado por Tayla Nicoletti e publicado pela gaúcha 8Inverso. Veja a relação completa no “Leia Mais” ou na edição da revista que já está nas bancas.

(mais…)

Entrevista

8Inverso apresenta seu primeiro infantil

Entrevista

3 de dezembro de 2010

CAPA-ELVIS

Por que o Elvis não latiu? (8Inverso, 32 pp., R$ 34), com texto de Robertson Frizero e ilustrações de Tayla Nicoletti, é o primeiro título infantil da gaúcha 8Inverso.

(mais…)

Entrevista

Cartas de Dostoievski são publicadas

Entrevista

9 de abril de 2010

1200px-Dostoevsky

 

Dostoiévski – Correspondências (1838-1880) (8Inverso, 248 pp., R$ 54 – Trad.: Robertson Frizero) é a coletânea de cartas do autor russo Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski traduzida para o português. Além de delinear a personalidade e a intimidade de Dostoiévski, o livro proporciona uma experiência de leitura mais aprofundada do conteúdo das cartas, com informações sobre época, personalidades e situações que permeiam a sua biografia.

(mais…)

Entrevista

Preencha o formulário com o seu e-mail para receber informativos e novidades do autor.

BRAVA DIGITAL